Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

O regresso de Jorge de Sena

 

ENVOI

Depois de morto o quê? Queimado, não.

E também não fechado num caixão,

sempre padeci de claustrofobia. Quero

- se possível - secar ao sol e à chuva,

sem ser enterrado. Certo que hão-de pôr-me

debaixo da terra nalguma parte,

se não me engavetarem num jazigo.

Não quero regressar à terra maternal,

que não me atrai como memória de útero,

nem me quero arquivado em lata de conserva.

Posso pedir, por exemplo, que me deitem ao mar:

Não deitarão. Será que me enterravam

numa praia, na areia, aonde as águas viessem?

Se têm de me enterrar, que seja assim,

Mas não vestido, nem penteado, nem lavado.

Nu. Que me penteie o mar molhando a areia,

e eu de mim escorra as águas que me lavem.

Nas grandes marés vivas ondas recurvadas

virão estrondear por sobre mim, rapando

em espuma rechinante a areia que me cobre.

Nada ouvirei, nem sentirei, carcassa,

emerge um pé daqui, além um braço,

e mais acima uma caveira rindo.

Se o mar me não levar, enterrem-me depois

como quiserem, descarnado e limpo.

Terei assim, ao menos por um tempo,

o sol, a areia, o mar por minha conta

como quem vai deitar-se numa praia

e nu, olhando o céu, sonha de si

e de outros corpos nus na areia ardendo

que o som das águas cobre como amor que molha

num refrescar da pele acariciada ao vento.

 

18.12.1971

JORGE DE SENA

em 40 Anos de Servidão, Moraes Editores, 1979

 

Ver notícia aqui.

 

 

publicado por annualia às 23:04
link do post | comentar
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Vasily Aksyonov (1932-2009)

 Vasily Aksyonov, Russian dissident writer
Escritor russo (Kazan, 1932 – Moscovo, 6.7.2009) que alcançou proeminência no breve período de abrandamento do regime soviético que se seguiu à morte de Estaline. Os pais tinham sido vítimas das purgas estalinistas de 1937 e Aksyonov passou parte da infância no gulag. Em 1956 licenciou-se em Medicina, que exerceu enquanto florescia a sua vocação de escritor. Inicialmente, o escritor conseguiu sobreviver no interior do regime soviético, alcançando mesmo alguma notoriedade, sobretudo pela suas capacidade estilística, mas tanto a sua atitude pessoal como a sua escrita conduziram-no a uma progressiva dissidência. No romance «A ilha de Crimeia» imagina o que teria sido a vida naquela península do mar Negro se os russos brancos tivessem vencido os bolcheviques. Em 1980, após a publicação em Itália do romance «A queimadura», Aksyonov foi forçado ao exílio nos EUA, onde foi professor e continuou a escrever obras como In Search of Melancholy Baby, onde fala da sua experiência de emigração, The Negative of The Positive Character, uma colectânea de contos, ou o épico Generations of Winter, no qual narra o impacto do estalinismo numa família moscovita ao longo de três gerações e que foi transposto para televisão, na Rússia, em 2004.

 


 

publicado por annualia às 10:05
link do post | comentar
Terça-feira, 10 de Março de 2009

Os 50 anos de exílio do Dalai Lama


Foram muito duras as palavras que o Dalai Lama usou para falar dos 50 anos da sua fuga para o exílio. Perante milhares de tibetanos reunidos em Dharamsala, na Índia, o líder espiritual reiterou que o Tibete deve gozar de uma “autonomia significativa”. Mas acusou as autoridades chinesas de levar “o inferno para a Terra” no “Tecto do Mundo”. [ler no Público]

publicado por annualia às 14:15
link do post | comentar
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Annualia 2008-2009/ Efemérides

2000 anos

Ovídio: desterro e poesia – no bimilenário do degredo do poeta
 

por Aires A. Nascimento
Universidade de Lisboa

 

Eugène Delacroix - Ovide chez les Scythes - Londres, The National Gallery
 

Ovídio entre os Citas, de Eugène Lacroix (National Gallery, Londres)

 

O texto integral dos artigos de ANNUALIA 2008-2009 está apenas disponível na edição em papel, que pode ser adquirida em www.editorialverbo.pt ou em qualquer boa livraria do País.

 

publicado por annualia às 15:52
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

O regresso de Jorge de Se...

Vasily Aksyonov (1932-200...

Os 50 anos de exílio do D...

Annualia 2008-2009/ Efemé...

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO