Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Leo Mol (1915-2009)

Escultor canadiano de origem ucraniana, de seu verdadeiro nome Leonid Molodozhanyn (Ucrânia, 1915 – Winnipeg, Canadá, 4.7.2009), cujos estudos iniciados em Leningrado, entre 1936 e 1940, prosseguiram nos Países Baixos, a partir de 1943. No final da década de 40 emigrou para a América, fixando-se em Winnipeg. Em 1989, foi feito oficial da Ordem do Canadá e, em 2000, recebeu a Ordem de Manitoba. Uma vastíssima parte da sua obra pode ser vista no Parque Assiniboine, Winnipeg.


 

 

 

publicado por annualia às 14:40
link do post | comentar
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Diogo de Macedo: 50 anos da morte

  

Escultor, museólogo e historiador de arte português (Vila Nova de Gaia, 22.11.1889 - Lisboa, 19.2.1959) que viajou por toda a Europa e viveu durante muitos anos em Paris. Em 1944 foi nomeado director do Museu Nacional de Arte Contemporânea (hoje Museu do Chiado). Como escultor, concorreu a exposições colectivas e realizou algumas exposições individuais em Portugal, e a sua obra encontra-se espalhada por edifícios e praças públicas, museus e colecções particulares. Como museólogo a sua obra é considerável, mas foi sobretudo como crítico, historiador e cronista que se distinguiu. Deixou uma obra vasta sobre temas de arte e ainda milhares de páginas dispersas.

Ver biografia na página do Centro de Arte Moderna.
Obras de Diogo de Macedo na Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian.

publicado por annualia às 10:27
link do post | comentar
Segunda-feira, 9 de Março de 2009

Exposição de Manuela Madureira na Biblioteca Nacional

 

Inaugurou na Biblioteca Nacional uma exposição de Manuela Madureira, intitulada Pluralidade na Escultura, patente até 9 de Abril.

 

Uma visão de conjunto da obra de Manuela Madureira foi publicada em álbum pela Editorial Verbo.



 

publicado por annualia às 16:10
link do post | comentar
Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

Lagoa Henriques (1923-2009)

Escultor português (Lisboa, 27.12.1923 - ibid., 21.2.2009). Diplomado em escultura pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto, ingressou pouco depois como assistente, nesta mesma escola. Participou nas Exposições Gerais de Artes Plásticas, recebendo ainda numerosos prémios do SNI e da Fundação Calouste Gulbenkian (1.º prémio de escultura na II Exposição de Artes Plásticas, 1961). Participou no programa escultórico do Palácio da Justiça do Porto, bem como na Exposição Mundial de Bruxelas (1958), recebendo, nesta ocasião, uma Medalha de Honra. Realizou uma estatuária figurativa, classizante no desenho dos volumes e das massas, da qual emerge um sentido de hieratismo discreto. Docente carismático da Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, jubilou-se em 1993. Talvez a sua obra hoje mais conhecida seja a estátua de Fernando Pessoa frente à Brasileira, no Chiado. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Escultura representando António Aleixo, em Loulé

Ver mais em www.lagoahenriques.com 

publicado por annualia às 21:45
link do post | comentar
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Charles Matton (1931-2008)

 

Realizador e argumentista, também pintor e escultor, francês (Paris, 1931 - 19.11.2008). Expôs os seus primeiros trabalhos no início da década de 60, e, em 1967, realizou a curta-metragem La Pomme ou l’histoire d’une histoire (Grande Prémio do Festival d’Hyères e da Bienal de Paris). L’Italien des Roses foi a sua primeira longa metragem (1972). Em 1988, realizou, com a sua mulher, Sylvie Matton, Douanes, em que lança um olhar sobre o seu trabalho de artista plástico para «decifrar as aparências».

Em 1976 assinou Spermula e, em 1993, La Lumière des Etoiles Mortes onde explora a sua infância. Rembrandt (1999), interpretado por Klaus Maria Brandauer, foi premiado pelo guião.
Expôs em França (por exemplo no Centro Pompidou em 1989), em Tóquio  e nos EUA. Está representado em diversas colecções nacionais francesas.

O seu trabalho mereceu a atenção de figuras como Jean Baudrillard ou Françoise Sagan. Publicou, em 2002, com o filósofo Alain Finkielkraut e o pintor Ernest Pignon-Ernest, o ensaio Etre artiste aujourd'hui (Editions du Tricorne).

 

publicado por annualia às 09:47
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Leo Mol (1915-2009)

Diogo de Macedo: 50 anos ...

Exposição de Manuela Madu...

Lagoa Henriques (1923-200...

Charles Matton (1931-2008...

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO