Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

André Benedetto (1934-2009)


Encenador e autor francês (Marselha, 14.7.1934 – Avignon, 12.7.2009) que iniciou o seu percurso de encenador e actor, em 1961, com a Nouvelle Compagnie d'Avignon, com a qual montou espectáculos com textos de Beckett, Ésquilo, Arrabal, Éluard e outros, como os autores da Beat Generation, antes de enveredar pela militância ideológica e política. Foi neste contexto que se iniciou o Festival «Off», em 1966, com Statues (1966), Napalm (1967), Zone rouge (1969), Le Petit Train de Monsieur Komodé (1969) ou Emballage (1969). O seu teatro começou a ser conhecido no mundo dos Estados Unidos à União Soviética, do Japão à Suécia. Desde 2007, Benedetto presidia à associação «Avignon Festival et Compagnies», Outras peças: La Madone des ordures (1973), Géronimo (1974), Esclarmonda (1974), Le Siège de Montauban (1974), Les Drapiers jacobins (1976), Fusillade à Montredon (1979), Le Monologue de Sonia (1980), Fin de journée (1986), Molière au coeur (1988), Un Autiste Un soir (1989), Squatt connection (1990), L'Acteur loup (1990), Nous les Eureupéens (1992), Acteur Sud (1994), Fleur du béton (1995), Le Banquet de Macbeth (1996).
 
publicado por annualia às 09:30
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

André Benedetto (1934-200...

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO