Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Bioética simples: um livro para esclarecer

«A hiperbólica promoção, realizada em meios de comunicação e até em reuniões científicas, das células estaminais como o caminho do futuro, para tratamento ou cura da maior parte das doenças crónicas, é eticamente reprovável, por falsear a realidade e criar expectativas que a situação presente vai dolorosamente desmentir.

(...) Recentemente anunciou-se uma possível estratégia para obtenção de células estaminais embrionárias sem destruição de embriões. (...) A ser assim, não parece que persistam sérias objecções éticas a esta técnica de obtenção de células estaminais. Porém, para que se desvaneçam as reservas, será necessário: 1. confirmar por investigadores independentes a veracidade das informações; 2. ter a garantia de que os embriões dadores de células são implantados, dando-se-lhes assim a possibilidade de permanecerem vivos: 3. verificar se a célula extraída do embrião dá, na verdade, origem a células pluripotentes, apesar de ela própria ser totipotente.» Aqui.

publicado por annualia às 12:05
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Prémio de Poesia Luís Mig...

Prémio Pessoa 2009/ D. Ma...

Prémio Goncourt de Poesia...

Prémio Cervantes 2009/ Jo...

O Homem da Capa Verde

Anselmo Duarte (1920-2009...

Francisco Ayala (1906-200...

Claude Lévi-Strauss (1908...

Prémio Goncourt/ Marie Nd...

Alda Merini (1931-2009)

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO