Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Richard Hickox (1948-2008)

 Richard Hickox & welcomed the chance to build an ensemble.

Director de orquestra inglês (Stokenchurch, Buckinghamshire, 5 .3.1948 – Cardiff, 23.11.2008). Director Musical da City of London Sinfonia e dos City of London Sinfonia Singers (1971-2008), Organista e «Master of the Music» de St Margaret's, Westminster (1972-1982), Director Musical do London Symphony Chorus (1976-2008) e Maestroo Convidado Principal da Dutch Radio Orchestra (1980-1984), Director Artístico da Northern Sinfonia (1982-1990, Maestro Emérito em 1996); Maestro Associado da San Diego Symphony Orchestra (1983-1984) e da London Symphony Orchestra (1985-2008), Maestro Principal da BBC National Orchestra of Wales 2000-2006 (Emérit0); Director Musical da Ópera Austrália (2005-2008). Foi também director musical de numerosos festivais.
Depois de estudar órgão, piano e composição na Royal Academy of Music (1966–1967), continuou os seus estudos no Queen's College, Cambridge, tendo-se doutorado, em 2003, pela Durham University. Estreou-se como director de orquestra em St John's, Smith Square (1971). Ao longo da sua carreira, Hickox fundou as suas próprias formações musicais (por exemplo, em 1990, fundou com o violinista Simon Standage a orquestra barroca Collegium 90), embora sempre solicitado pelas mais prestigiadas orquestras, dentro e fora do Reino Unido: a Royal Philharmonic, a Bournemouth Symphony, a Royal Liverpool Philharmonic e a Hallé, as sinfónicas de São Francisco, Detroit e Houston; as filamórnicas de Oslo, Rotterdão e Estocolmo, o Mozarteum, em Salzburgo, e a Orquestra da Suisse Romande. Trabalhou também com a English National Opera (1979), a Opera North (1982), a Scottish Opera (1985) e a Royal Opera House, Covent Garden (1985).
Gravou intensamente, sobretudo para a etiqueta Chandos, aí deixando registos dos ciclos completos das sinfonias de Alwyn, Elgar, Rubbra, Tippett, Vaughan Williams, quase todas as de Malcolm Arnold; das óperas de Britten, Vaughan Williams e Walton; peças orquestrais e corais de Britten, Bridge, Delius, Dyson, Elgar, Finzi, Grainger, Howells, Ireland, Moeran, Parry, Sullivan, Tavener, Walton e muitos outros, sem esquecer o seu interesse pelas óperas de Dvorák, Händel, Prokofiev e Vivaldi, as missas de Haydn, Hummel e Schubert, o ciclo sinfónico de Beethoven, as odes de Telemann ou o Requiem de Verdi.
publicado por annualia às 11:54
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Prémio de Poesia Luís Mig...

Prémio Pessoa 2009/ D. Ma...

Prémio Goncourt de Poesia...

Prémio Cervantes 2009/ Jo...

O Homem da Capa Verde

Anselmo Duarte (1920-2009...

Francisco Ayala (1906-200...

Claude Lévi-Strauss (1908...

Prémio Goncourt/ Marie Nd...

Alda Merini (1931-2009)

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO