Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Albert Cossery (1913-2008)

Escritor egípcio de língua francesa (Cairo, 3.11.1913 – Paris, 22.6.2008). Formado nas escolas francesas do Cairo, iniciou-se cedo nos clássicos franceses. A sua obra, de cariz sarcástico a que não falta um fundo sentido de humor, aborda sempre questões ligadas ao seu país, à sua cultura de origem ou a condição árabe, e é impregnada de sabedoria oriental, fazendo a apologia do desanuviamento e da preguiça, entendidos como uma arte de viver e uma forma de contemplação.
Obras: Les hommes oubliés de Dieu (1940), La maison de la mort certaine (1944), Les fainéants dans la vallée fertile (1948), Mendiants e orgueilleux (1955), La violence et la dérision (1964), Un complot de saltimbanques (1975), Une ambition dans le désert (1984), Les couleurs de l’infamie (1999).
 
 
publicado por annualia às 11:32
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Prémio de Poesia Luís Mig...

Prémio Pessoa 2009/ D. Ma...

Prémio Goncourt de Poesia...

Prémio Cervantes 2009/ Jo...

O Homem da Capa Verde

Anselmo Duarte (1920-2009...

Francisco Ayala (1906-200...

Claude Lévi-Strauss (1908...

Prémio Goncourt/ Marie Nd...

Alda Merini (1931-2009)

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO