Domingo, 25 de Maio de 2008

Prémios do Festival de Cannes


Júri: Sean Penn (presidente, realizador), Jeanne Balibar (actriz), Rachid Bouchareb (realizador), Sergui Castellito (actor), Alfonso Cuarón (realizador), Alexandra Maria Lara (actriz), Natalie Portman (actriz), Marjane Satrapi (realizadora), Apichatpong Weerasethkul (realizador).

LONGAS-METRAGENS


Palma de Ouro


Entre les murs, de Laurent Cantet

Grande Prémio

Gomorra, de Matteo Garrone

Prémio do 61.º Festival de Cannes ex-aequo
Catherine Deneuve por Un Conte de Noël, de Arnaud Desplechin
Clint Eastwood por The Exchange

Prémio de Melhor Realizador

Üç Maymun (Três Macacos), de Bilge Ceylan

Prémio do Júri
Il Divo, de Paolo Sorrentino

Prémio de Melhor Interpretação Masculina

Benicio Del Toro em Che, de Steven Soderbergh

Prémio de Melhor Interpretação Feminina
Sandra Corveloni em Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas

Prémio de Melhor Argumento
Le Silence de Lorna, de Jean-Pierre et Luc Dardenne
 

CURTAS-METRAGENS


Júri: Hsiao Hsien Hou (presidente, realizador), Olivier Assayas (realizador), Susanne Bier (realizadora), Laurence Kardish (curador, MoMA).

Palma de Ouro
Megatron, de Marian Crisan

Prémio do Júri
Jerrycan, de Julius Avery
 


PRÉMIO CÂMARA DE OURO
Júri:

Bruno Dumont (presidente, realizador), Isabelle Danel (crítico), Jean-Michel Frodon (crítico), Monique Koudrine (Federação das Indústrias Tech), Willy Kurant (montador), Jan Henri Roger (realizador).

Hunger, de Steve McQueen

Menção Especial

Vse Umrut a Ja Ostanus (Morrem todos excepto eu) de Valeria Gaï


«UN CERTAIN REGARD»

Júri: Fatih Akin (realizador, presidente), Anupama Chopra (jornalista), Yasser Moheb (crítico), Catherine Mtsitouridze (jornalista), José maría Prado (Filmoteca espanhola).

Prémio «Un Certain Regard»
Tulpan, de Sergey Dvortsevoy

Prémio do Júri
Tokyo Sonata, de Kiyoshi Kurosawa

Prémio Sobressalto do Coração

Wolke 9, de Andreas Drese

Prémio K.O. de «Un Certain Regard»
Tyson, de James Toback

Prémio «Esperanças»

Johnny Mad Dog, de Jean-Stéphane SAUVAIRE

 

PRÉMIO CINEFUNDAÇÃO



1.º Prémio
Himnon (Hino), de Elad Keidan (Israel)

2.º Prémio
Forbach, de Claire Burger (França)

3.º Prémio

Stop, de Park Jae-ok (Coreia do Sul)
Kestomerkitsijät (A sinalização das estradas), de Juho Kuosmanen (Finlândia)
publicado por annualia às 14:30
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Prémio de Poesia Luís Mig...

Prémio Pessoa 2009/ D. Ma...

Prémio Goncourt de Poesia...

Prémio Cervantes 2009/ Jo...

O Homem da Capa Verde

Anselmo Duarte (1920-2009...

Francisco Ayala (1906-200...

Claude Lévi-Strauss (1908...

Prémio Goncourt/ Marie Nd...

Alda Merini (1931-2009)

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO