Quinta-feira, 19 de Março de 2009

2009: bicentenário de José Estêvão



Passos Manuel, Almeida Garrett, Alexandre Herculano e José Estevão de Magalhães
por Columbano Bordalo Pinheiro (Passos Perdidos, Assembleia da República)

 
 

José Estêvão Coelho de Magalhães (Aveiro, 26.11.1809 - Lisboa, 3.11.1863) distinguiu-se como político e orador. Ingressou no Batalhão Académico após a restauração do absolutismo (1828), conseguindo sublevar os liberais da sua região natal. Emigrou depois para a Galiza e daí passou a Inglaterra, desembarcando no Mindelo, a 8 de Julho de 1832. Eleito deputado por Aveiro (1836), tornou-se um orador vigoroso e temido. Foi um dos fundadores de A Revolução de Setembro. Adversário do Cabralismo, em 1844 participou na revolta do conde de Bonfim, entrando de novo no exílio. Em 1851, aderiu à Regeneração, de que se viria a desligar anos mais tarde. Reconhecido por todos como tribuno de primeira qualidade, a sua eloquência ficou, porém, demasiado prisioneira do circunstancialismo da época que viveu. Foi pai de Luis de Magalhães (1859-1935), escritor e amigo de Eça de Queirós.

Retrato

 

«José Estêvão tinha em grau inexcedível todas as qualidades plásticas do tribuno: a fisionomia aquilinamente enérgica, o olhar penetrante, a estatura musculosa, o peito largo, a voz de um timbre que ficava no ouvido e nunca mais se esquecia - máscula, clara, metálica, dando as inflexões mais variadas e mais precisas, - grave, concentrada e convicta ou explosiva, retumbante, dominativa no meio de todos os tumultos, como o som de um clarim na confusão de um acampamento; - o gesto largo adequadíssimo à palavra, cheio de expressão e de grandeza, terrível nas conjunturas supremas, como a garra de uma fera. Sobre isto tinha o período largo, um tanto espanhol, mas bem cortado e quase sempre correcto.»

 

Eça de Queirós, As Farpas, Setembro de 1871

 


 

publicado por annualia às 09:00
link do post | comentar
ANNUALIA
annualia@sapo.pt

TWITTER de Annualia

Artigos Recentes

Prémio de Poesia Luís Mig...

Prémio Pessoa 2009/ D. Ma...

Prémio Goncourt de Poesia...

Prémio Cervantes 2009/ Jo...

O Homem da Capa Verde

Anselmo Duarte (1920-2009...

Francisco Ayala (1906-200...

Claude Lévi-Strauss (1908...

Prémio Goncourt/ Marie Nd...

Alda Merini (1931-2009)

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO